Gestão de Estoque e Almoxarifado

Uma boa gestão de estoque tem importância crítica para o sucesso de um negócio. Você precisa estar atento à quedas no giro do estoque e ao comportamento de compra dos seus clientes, principalmente com as mudanças nos hábitos de compras das pessoas trazidas pela pandemia.

O equilíbrio de compras, armazenamento e saída, com controle de consumo de materiais e aliado ao movimento do ciclo da mercadoria, são fatores de sucesso. Além disso, sempre busque negociar um bom prazo de pagamento dos fornecedores compatível com os prazos que você costuma conceder aos seus clientes.

Controle de movimentação de estoque

A movimentação de estoque é facilmente sistematizada por meio do estabelecimento de normas simples de entrada e saída; um exemplo é a composição de instruções de trabalho para manejo do estoque com procedimentos simples de cadastro de informação em um sistema integrado de gestão de estoque obrigatórios para a movimentação de um item.

Monte instruções para processos de recebimento, periodicidade de inventrios e verificações do estoque por amostragem de alguns itens. Isso aumenta as chances de problemas serem encontrados e solucionados.

Por meio dessas ações, obtemos dados para controle físico e financeiro de estoque, usando informações sobre a quantidade disponível de cada item e seu correspondente valor financeiro para a tomada de decisão.

Usando os dados

Crie tabelas padronizadas com todos os seus itens no seu software de preferência, personalizando-a de acordo com as suas necessidades. Informações básicas para começar essa organização são: preço de compra, preço de venda, nome da mercadoria, um código adequado, a quantidade e sua categoria. 

Estabeleça métricas e limites superiores e inferiores para os itens, muitos softwares ERP contam com alertas customizáveis, um excelente recurso para trazer eficiência ao esforço empreendido em seu trabalho.

Com um bom controle de estoque, o gestor calcula o giro das mercadorias e aperfeiçoa o processo de compras, visando poupar o capital de giro da empresa.

Giro de estoque

Um KPI — Key Performance Indicator ou indicador-chave para uma boa gestão de estoque é o giro de estoque, ou seja, o tempo em que cada item permanece dentro do estoque até que seja necessário fazer sua reposição. Quando a frequência de entregas é alta — em decorrência do grande volume de saída —, dizemos que o item é de alto giro. 

Crie uma escala relacionada ao uso de seu capital de giro na manutenção de estoque e atribua a cada item.

Acompanhar esse índice é necessário para que se saiba o tempo correto de acionar o fornecedor, evitando que o produto falte.  A evolução deste indicador depende de melhorias em todas as etapas do produto dentro de uma operação comercial: a aquisição, armazenagem (organização do estoque), exposição, promoção (incluindo o atendimento) e entrega.

Implantar esse controle também viabiliza a classificação dos produtos e a identificação dos itens de maior impacto para os resultados da empresa, a partir de indicadores individuais a cada item, como: Giro de estoque, Lucratividade e Representatividade no faturamento.

No outro sentido, a falta desse controle impede que se saiba o consumo médio dos materiais e a empresa pode acabar comprando mais do que o necessário, aumentando o uso do capital de giro.

Não tenha medo de negociar

Busque fornecedores com prazos de pagamento compatíveis com seu giro de estoque e com seu fluxo de caixa; manter parceria exclusiva com um distribuidor pode ser atrativo por poder fazer compras menores, mas é aconselhável ter outros fornecedores no radar para não criar uma relação de dependência e exigência de compra fora da sua realidade.

 

Comentar com o Facebook

Share This