Gestão Integrada é para todos!

O Brasil, para quase todas as áreas da indústria, é um mercado bastante competitivo. Por isso, vantagens competitivas trazidas com um esforço de gestão de políticas e processos estão provando serem fundamentais.

 

Estratégias de Gestão Integrada, ou seja, quando o fluxo de informações é automatizado entre todos os pontos da operação, são um dos melhores exemplos de esforços que podem melhorar seu nível de serviço consideravelmente em um tempo de implantação reduzido.

 

Aplicando a integração de processos em facilities

A Gestão Integrada de Facilities tem sob sua responsabilidade funções que vão desde a definição de políticas e procedimentos, passando por gestão de infraestrutura e segurança do trabalho. Sempre buscando  melhorias, mantendo qualidade e reduzindo custos.

 

A equipe de facilities deve estar preocupada em implementar processos, tecnologias e relatórios, com a proposta de assegurar que as lideranças da organização tenham todos os dados necessários para a tomada de decisões, sejam relacionadas a despesas gerais ou à otimização de processos, por exemplo.

 

Com uma estratégia efetiva de Gestão Integrada de Facilities, identificar e corrigir questões de conformidade e segurança, é muito mais simples. 

 

KPIs definidos promovem um melhor desempenho da área de compras e da cadeia de suprimentos, operações e serviços digitalizados, o que vai permitir a geração de relatórios assertivos mirando uma operação ininterrupta, à prova de eventuais falhas identificadas no passado.

 

Trazendo resultados

O bom desempenho da equipe sempre estará diretamente ligado à melhora da produtividade e à geração de receita. 

 

Olhando para a gestão de facilities, isso se aplica na integração operacional de equipes. A elaboração de políticas internas e instruções de trabalho efetivas promovem melhor atendimento a clientes internos, por exemplo.

 

Existem ferramentas bastante funcionais para saber se o funcionário está alinhado com a proposta da organização e satisfeito com seu ambiente. Um exemplo é o eNPS – Employee Net Promoter Score, baseado em avaliação contínua para medir satisfação, engajamento, conexão de propósito etc. 

 

Levantando os dados relevantes, é sempre mais fácil traçar rotas, enxergar melhorias e engajar os colaboradores.

Se você possui interesse em gestão de negócios e gerenciamento de facilities, nos acompanhe nas redes sociais para mais conteúdos relevantes!

Comentar com o Facebook

Share This